Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]
Você esta em: Home: > Noticias > Dia de Reis: simpatia da rom volta cena at com pedidos de vacina – Gerais

Dia de Reis: simpatia da rom volta cena at com pedidos de vacina – Gerais




No Mercado Mediano, em Belo Horizonte, o preo das roms chegava a R$ 20 a unidade ontem(foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)

 

As celebraes do perodo natalino chegam ao término hoje, Dia de Reis, data que ganha fora na tradio popular com a simpatia da rom para atrair moeda, alongar todos os males, pedir sossego para o mundo e at vacina para concluir com a pandemia do novo coronavrus. Para quem no tiver a rvore no quintal, no jardim ou um colega que sempre “aparece” na hora certa com a fruta, vale manifestar que no Mercado Mediano de Belo Horizonte a rom pode custar at R$ 20.

 

Se nas casas hora de desmanchar o prespio, nas ruas comea a retirada da decorao natalina. Em BH, aps 36 dias de atividades, dentro dos protocolos sanitrios, termina o festival Luzes da Liberdade, que tambm comemorou os 300 anos de Minas. O projeto contou com patrocnio da Cemig, por meio da Lei Estadual de Incentivo Cultura, parceria do Instituto Estadual do Patrimnio Histrico e Artstico de Minas Gerais (Iepha) e da Cmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL-BH) e coproduo assinada pelas produtoras Casulo Cultura e Full Produes.

 

Para o fechamento do festival, est prevista uma programao peculiar a partir das 16h, com transmisso de show do cantor Eros Biondini pelo Instagram solene @luzesdaliberdade, em parceria com o Servas. Em seguida, entre as 16h30 e as 18h, a folia de reis de Maurcio Tizumba e o Tambor Mineiro comemora o Dia de Reis visitando o Palcio da Liberdade para escoltar a ltima projeo do mapping assinado pelos irmos Rafael e Ricardo Canado. E, para finalizar, show de Makely Ka, marcado para as 20h. Toda a programao ser transmitida pelos canais oficiais do Luzes da Liberdade – site e Instagram.

Salve, simpatia!

Adepta da simpatia, Marin
Adepta da simpatia, Marins de Arajo vai pedir sade, em vez de moeda, em tempos de pandemia (foto: Gustavo Weneck/EM/D.A Press)

Todo dia 6 de janeiro, de manh muito cedo, a cozinheira Marins de Arajo faz a simpatia da rom, poderosa, segundo ela, para no deixar o “dindim” faltar na carteira. Mas agora dissemelhante. “Neste tempo da pandemia do novo coronavrus, meu primeiro pedido vai ser pela vacina contra a COVID-19. Sade sempre em primeiro lugar, n?”, avisa Marins diante do seu pezinho de rom.

 

Cada um tem seu jeito pessoal de fazer a simpatia do Dia de Reis. Nesses tempos de crise sanitria, no custa zero apostar na sorte, diz Cleusa da Conceio Batista, a “cigana” do grupo de Pastorinhas de Santa Luzia. Pelo ritual, a pessoa deve engolir trs caroos, jogar o mesmo nmero para trs e vigilar o mesmo tanto na carteira. E ir repetindo a frase: “Gaspar, Belchior e Baltazar, que o moeda no venha me faltar”. H ainda quem dobre a descrição, fazendo com seis sementes, numa referncia ao dia 6, quando os reis magos visitaram o Menino Jesus. Alm do quantia, pedidos de paixão, sade, silêncio e tranquilidade.

 

Com o término das festividades, as praas perdem a iluminao caracterstica do Natal, as famlias desmontam os prespios e a frente dos edifcios volta ao normal, sem os pisca-piscas, as estrelas e demais enfeites que atraem os olhares de moradores e visitantes.

 

 

Servio

Enceramento Festival Luzes da Liberdade – Rota da Liberdade 





Manancial Notícia -> :Fonte Notícia

Facebook Twitter Google+ linkedin email More




 Desenvolvimento   F7 Sistemas & F2 Sistemas| Hospedado em: Hospedeme 

Mude para versão para dispositivos móveis deste site